VOUZELA, 12 de Abril de 2024
PUBLICIDADE

Turismo Centro de Portugal lança campanha de promoção dos vinhos regionais

21 de Abril 2020

O Turismo Centro de Portugal lançou a campanha de promoção “e-Noturismo, Tour pelos Vinhos do Centro de Portugal”, com o objectivo de dinamizar os vinhos das cinco Regiões Vitivinícolas que se inserem neste território e, simultaneamente, responder aos desafios da pandemia da COVID-19.

“Porque o vinho conta histórias e transmite mensagens, os vinhos das Regiões do Dão, da Bairrada, da Beira Interior, do Tejo e de Lisboa, são uma das melhores formas de se conhecer um inigualável património histórico e cultural”, refere a entidade, sublinhando que “muitas das empresas vitivinícolas e produtores portugueses mais premiados internacionalmente se localizam no Centro de Portugal”.

O organismo, que agrupa cem municípios, nota ainda que, apesar de o clima fortalecer as castas de vinhas plantadas, “também os produtores e modernas técnicas de vinificação tornaram o vinho português mais competitivo, nacional e internacionalmente”. Além disso, “os vinhos do Centro de Portugal têm as mais antigas e palatáveis colheitas de perfumados vinhos do país, ora fortes e encorpados, ora frescos e aromáticos”.

Vídeoconferências “Vê Portugal ON”

A campanha de promoção é apenas a última de uma série de iniciativas que o Turismo Centro de Portugal tem vindo a desenvolver para dar resposta aos efeitos da pandemia. Recentemente, a entidade iniciou um conjunto de videoconferências temáticas, intituladas “Vê Portugal ON”, que visam esclarecer empresários e cidadãos comuns sobre a situação do sector do turismo e dos eventos.

Cada sessão é orientada para um tema e conta com a participação de um especialista convidado. As conferências, que podem ser acompanhadas no site da entidade, tiveram início no dia 14 de Abril e continuam e continuam nos dias 23 e 28, terminando a 7 de Maio. Os interessados podem inscrever-se nas videoconferências, que são gratuitas mas com limite de inscrições, e têm a oportunidade de colocar as questões que considerarem pertinentes ao convidado.

Região pede medidas urgentes

À semelhança do resto do país, o impacto da COVID-19 no sector turístico da região Centro tem sido grande. Só nos últimos dois meses, o território perdeu mais de meio milhão de dormidas. Em entrevista à rádio TSF, o presidente do organismo, Pedro Machado, avisou que as linhas de crédito anunciadas pelo Governo não servem as necessidades muitas micro empresas da região.

“A esmagadora maioria das empresas e das famílias não têm mais condições para recorrerem ao endividamento”, sublinhou o responsável, acrescentando que “há muitas micro empresas que se não tiverem acesso a injecção de capital directo, sem ser a crédito, para pelo menos fazerem face a estes dois, três meses que se avizinham como os mais difíceis, não vão resistir”. Pedro Machado apelou por isso “ao primeiro-ministro que encontre as medidas necessárias para, não só colmatar os prejuízos, como salvar empresas”.

Campanhas promocionais a pensar no pós-pandemia 

A pensar no pós-pandemia, o Turismo Centro de Portugal está a preparar uma nova campanha de promoção, intitulada”A vida é agora”, focada nos meses de Agosto, Setembro e Outubro. Uma das vantagens da região, segundo a entidade, é a menor densidade populacional, factor que poderá ser decisivo para muitos turistas na hora de escolher o destino de férias.

Esta campanha virá juntar-se à que foi lançada pela entidade no final de Março, com o nome “Haverá tempo”, que passa uma mensagem de esperança nestes dias difíceis, por causa da pandemia da COVID-19. “São tempos como os que vivemos que nos obrigam a parar, para depois recomeçar. Tempos que nos tiram a liberdade, mas que também nos fazem acreditar. Acreditar que podemos, que venceremos”, começa por dizer o narrador do vídeo, com uma duração de 50 segundos.

Ultrapassado o pior, “haverá tempo para voltar a dar asas aos nossos sonhos, de abraçar quem amamos, de sorrir sem sombras”, continua o texto, enquanto se sucedem imagens de algumas das maiores atracções turísticas da região. Além do vídeo, a campanha de promoção envolve outras plataformas, como imagens nas redes sociais, acompanhados da hashtag #haveratempo, entre outras.

No âmbito do seu Plano de Contingência para lidar com o surto, o Turismo Centro de Portugal criou uma “amostra” de 1.030 pontos turísticos, unidades hoteleiras, restaurantes e atracções, que está a monitorizar de perto. O objectivo é acompanhar a evolução da pandemia, avaliar o seu impacto no sector e ajudar a encontrar soluções.

 


Todos os direitos reservados • Notícias de Vouzela

Praça da República, 17 3670 – 245 Vouzela

Powered by DIGITAL RM