VOUZELA, 14 de Julho de 2024
PUBLICIDADE

Ministra da Agricultura elogia trabalho que está a ser feito na região do Dão

16 de Junho 2020

A ministra da Agricultura, Maria do Céu Albuquerque, realizou esta segunda-feira, dia 15, uma visita aos concelhos de Viseu, Mangualde e Castro Daire, no âmbito da iniciativa “Turismo e Agricultura na região do Dão”. A deslocação foi acompanhada por uma comitiva representante da região, composta por Pedro Machado e Jorge Loureiro, respectivamente presidente e vogal da direção do Turismo Centro de Portugal; Almeida Henriques, Presidente da Câmara Municipal de Viseu; Arlindo Cunha, presidente da Comissão Vitivinícola Regional do Dão; e Rogério Abrantes, presidente da Comunidade Intermunicipal Viseu Dão Lafões, além de vários autarcas e dirigentes de várias entidades regionais.

O roteiro começou com uma recepção no Solar do Vinho do Dão, em Viseu, onde a governante ficou a par dos projectos da Comissão Vitivinícola Regional do Dão na área do Turismo, nomeadamente a Cidade do Vinho, iniciativa com componente turística e pedagógica.

Em declarações aos presentes, Maria do Céu Albuquerque destacou que “os produtos endógenos, da terra, são o melhor que Portugal tem”, ao mesmo tempo que elogiou o trabalho realizado pela região em prol do turismo. “Escolhi a região Centro no dia em que retomámos a actividade turística, porque esta região tem sabido posicionar-se no mercado interno e externo, valorizando-se como um todo”, frisou.

Na ocasião, Pedro Machado sublinhou que o enoturismo é “uma aposta estratégica do Turismo Centro de Portugal” e uma “nova fileira com capacidade de atrair visitantes”. “A paisagem rural é um activo importantíssimo da região. Os produtores destes territórios são mestres na transformação da paisagem, tendo-a tornado um activo poderoso de atracção turística”, enalteceu o presidente do Turismo do Centro.

Seguiu-se uma visita à UDACA – União das Adegas Cooperativas do Dão, onde o respectivo presidente, Fernando Figueiredo, acompanhou a comitiva numa visita às instalações. Aqui, a ministra ficou ao corrente das dificuldades dos produtores da região provocadas pela pandemia de covid-19.

Após um almoço no restaurante Mesa de Lemos, onde a comitiva foi recebida pelo chef Diogo Rocha, teve lugar uma visita às instalações da Queijaria Vale da Estrela, em Mangualde. Jorge Coelho, responsável máximo da queijaria, contou a história desta unidade de referência na região, que tem sabido conquistar quota de mercado graças a excelência dos seus queijos. Numa breve intervenção, Maria do Céu Albuquerque salientou os bons exemplos de trabalho que está a ser feito no interior, por “pessoas de grande valor”.

A deslocação terminou em Mezio, Castro Daire, com uma visita à Ervital, unidade de produção de infusões e condimentos biológicos. A comitiva tomou conhecimento da qualidade excepcional dos produtos cultivados nesta exploração, no coração da Serra do Montemuro. Como realçou o administrador, Joaquim Morgado, aqui “são cultivadas 300 espécies autóctones, em campos exclusivos e onde não há cultivo em redor, de forma a garantir que não existem contaminações cruzadas”. Paulo Almeida, Presidente da Câmara Municipal de Castro Daire, destacou a Ervital como símbolo do “excelente trabalho e da qualidade que tem vindo a acontecer” no concelho.

A finalizar a visita, a ministra elogiou o facto de ter visto “bons exemplos no terreno” ao longo de todo o dia. “É com grande gosto que terminamos o tour nesta exploração. O turismo de natureza é um elemento de excelência, que faz muitas pessoas escolherem passar férias no interior do país, aliciadas pelos produtos naturais, como os que são aqui produzidos”, salientou.


Todos os direitos reservados • Notícias de Vouzela

Praça da República, 17 3670 – 245 Vouzela

Powered by DIGITAL RM