VOUZELA, 19 de Abril de 2024
PUBLICIDADE

Mais nove casos positivos na SASAL

17 de Setembro 2020

Dos 89 testes realizados na SASAL, fábrica do Grupo Faurecia, localizada em Vouzela, nove deram positivo. A estes juntam-se os quatro que já tinham sido confirmados entre os colaboradores e dois de familiares.

Lafões passa assim a ter 28 casos activos de Covid-19 (11 em Vouzela, 10 em Oliveira de Frades e 7 em São Pedro do Sul). Desde o início da pandemia, a região registou 67 doentes. Vouzela e Oliveira de Frades contabilizam 12 recuperados, cada, e São Pedro do Sul 15.

Questionado sobre a situação, o Presidente da Câmara de Vouzela explica que tem sido feito “um estreito trabalho de articulação e monitorização com a administração local da Faurecia e a autoridade de saúde, a quem cabe a primeira e última palavra”.

O autarca destaca ainda o esforço que tem sido feito pela empresa, “o rigor e a preocupação muito grande em conter o aumento de casos, através do plano de contingência, desinfecção de espaços e criação de circuitos, que foi possível ver na visita realizada quando a empresa estava a produzir máscaras”.

“O Município está sempre atento e disponível para cooperar dentro das suas competências e para ajudar a evitar a propagação do vírus”, realça.

Na sua opinião, o caminho “não é alarmar mas sim consciencializar”. “O caminho não é o confinamento. Então, temos de adaptar-nos à realidade”, alerta.

Rui Ladeira defende que “para evitar que haja aumento de casos é preciso o envolvimento de todos, dentro e fora das empresas. Mesmo em contexto familiar é preciso ter cautelas, pois estamos perante um problema regional, nacional e mundial, cuja propagação é muito fácil”. O autarca alerta para o “impacto na saúde, sobretudo dos mais frágeis, nomeadamente os idosos”.

“Enquanto cidadãos temos de adoptar metodologias individuais e colectivas, como a desinfecção das mãos, uso de máscara e distanciamento social”, alerta, acrescentando que “com a perspectiva de aumento crescente de casos temos de ter ainda mais cuidados”.

Em comunicado, a empresa já havia referido que “os colaboradores identificados estão isolados bem como os seus contactos directos, medidas tomadas em estrita colaboração com a DGS”.

No documento, a empresa realça que “tem sempre como prioridade o bem-estar dos seus colaboradores” e recorda que “implementou, em Março, um protocolo de segurança extremamente rigoroso, para responder ao COVID-19”.


Todos os direitos reservados • Notícias de Vouzela

Praça da República, 17 3670 – 245 Vouzela

Powered by DIGITAL RM