VOUZELA, 13 de Julho de 2024
PUBLICIDADE

Lafões com muito para ver

25 de Julho 2020

Este é um tempo novo. Não é diferente, sequer. É outro, um outro mesmo, sem qualquer sombra de dúvida, depois da vinda do coronavírus. Uma certeza temos, apesar de tudo: a vida, para quem tem a sorte de dela poder desfrutar, tem de continuar, reinventada, mas sempre com o intuito de, amanhã, podermos voltar a ganhar o apetite pelo sorriso e a poder mostrá-lo, de cara aberta e sem filtros.

Sabemos, então, que tudo mudou. Só que, para bem de todos nós, as paisagens, a monumentalidade, o saber-fazer de nossas gentes e aquela ponta de um saber-receber que nos marca e que orgulhosamente ostentamos como selo do nosso ser, isso, não desapareceu. Está por aqui, incólume. Neste período de terríveis e pesadas incertezas económicas e socais, que tanto têm prejudicado a economia e as nossas carteiras, o que também afectou – e de que maneira! – este nosso “Notícias de Vouzela”, tem este jornal o gosto e o dever de puxar pelo que de melhor Lafões tem para oferecer a quem nos visita e quem aqui faz negócio, ou relaxa pelos seus recantos e encantos. Este é, assim, um contributo que damos a quem tanto nos tem apoiado ao longo destes 85 anos e, de uma forma muito especial, significativa e até emocional, nesta época de uma pandemia sem quartel.

Felizmente, o difícil é escolher o conteúdo a apresentar e a ponta por onde se lhe pegue. Com uma restauração e hotelaria de estalo, cada garfada será um mundo de novas descobertas e sabores. Por cada noite dormida nas muitas unidades de alojamento que por aqui existem, ganham-se dias e dias de vida daí em diante.

Com empresários altamente responsáveis e conhecedores do seu ofício e das exigências melindrosas da época, a nível de saúde, que atravessamos, estes cuidaram de tudo para que nada falte em higiene, conforto, segurança, distanciamento social e possibilidade de se fazer turismo sem credos na boca. Cabe, depois, a cada cidadão dar o seu inestimável contributo pessoal e de activa e consciente cidadania, pensando em si e nos outros, isto é, na comunidade como um todo.

Posto isto, a decisão de se escolher Lafões se é sempre uma boa opção em qualquer altura, agora sai reforçada, na medida em que a nossa posição geográfica e a consciência dos actores no terreno podem garantir tudo aquilo de que se precisa.

 

Leia a notícia na íntegra na edição desta semana do Notícias de Vouzela!


Todos os direitos reservados • Notícias de Vouzela

Praça da República, 17 3670 – 245 Vouzela

Powered by DIGITAL RM