VOUZELA, 12 de Abril de 2024
PUBLICIDADE

Bandeira a meia haste no Parlamento para lembrar vítimas de incêndios

17 de Junho 2020
Assinala-se hoje o Dia Nacional em Memória das Vítimas dos Incêndios Florestais, instituído pela Resolução da Assembleia da República (AR) n.º 77-A/2019, de 17 de Junho.

Numa nota publicada online e assinada pelo Presidente da AR, Eduardo Ferro Rodrigues, o Parlamento recorda que “foi para nos lembrar que uma tragédia como aquela que se verificou em 17 de junho de 2017 não mais se poderá repetir que a Assembleia da República, órgão de soberania representativo de todas e de todos os Portugueses, decidiu, de forma unânime, consagrar este Dia à evocação da memória dos homens, das mulheres e das crianças que perderam a vida em 2017, mas, igualmente, de todas e de todos quantos, ao longo da nossa história, sucumbiram ao flagelo dos incêndios florestais em Portugal”.

O 17 de Junho de 2017 ficará na história como o dia em que deflagrou o incêndio florestal mais mortífero de sempre no nosso país. “Uma tragédia – cuja dimensão não encontra paralelo na nossa história recente – que o Parlamento, desde o primeiro momento, procurou compreender, em todos os seus contornos, obtendo, de forma isenta e credível, os esclarecimentos possíveis”, pode ler-se no documento.

Ferro Rodrigues realça que “foi assim com o funcionamento de Comissões Técnicas Independentes; é assim com o funcionamento de uma Comissão Eventual de Inquérito Parlamentar, que, a seu tempo, obterá as suas conclusões”.

“Homenagear aquelas e aqueles que vimos partir em 2017 é, sobretudo, garantir que não voltamos a assistir a uma tragédia com esta dimensão”, refere a nota, adiantando que “em memória das Vítimas dos Incêndios Florestais, a Bandeira de Hastear da Assembleia da República encontra-se hoje a meia-haste”.


Todos os direitos reservados • Notícias de Vouzela

Praça da República, 17 3670 – 245 Vouzela

Powered by DIGITAL RM