VOUZELA, 12 de Abril de 2024
PUBLICIDADE

Associação de Patinagem de Aveiro contesta opção da Federação

15 de Maio 2020

A Associação de Patinagem de Aveiro (APA) enviou uma exposição à Federação de Patinagem de Portugal (FPP), onde se mostra contra a forma como serão apuradas as promoções e descidas nas 2ª e 3ª Divisões e a conclusão dos respectivos campeonatos.

Em causa está a solução apresentada pela FPP, que “consiste numa liguilha de apuramento entre equipas da 2.ª Divisão que se encontram na zona de despromoção de cada uma das suas zonas e as equipas classificadas nos dois primeiros lugares de cada zona da terceira divisão”. A APA nota que já tinha apresentado “pronúncia negativa” à ideia, uma que “põe em disputa equipas de divisões diferentes, que disputaram campeonatos com grau de competição distinta, beneficiando-se claramente as equipas de escalão superior, uma vez que, teoricamente, deverão estar mais dotadas em termos técnicos e qualidade dos seus atletas”.

“Para além de tudo o mais, esta solução disputa-se em sete jornadas, duas para apurar as equipas para a liguilha e cinco para os jogos da liguilha, jornadas que representam as que faltam para acabar os campeonatos respectivos (6 na 2.ª e 7 na 3.ª Divisão)”, nota.

A APA mostra-se ainda preocupada com as deslocações, “já que a 2ª Equipa apurada na pré-liguilha, terá de disputar 5 jogos a Sul, o que manifestamente vai contra tudo o que a DGS e as Autoridades Nacionais defendem, que são viagens curtas de forma a não expor os atletas e staff a riscos desnecessários”.

A associação aponta ainda que as equipas que não se apurem na pré-liguilha, e que se prepararam para a mesma, “verão ser interrompida a sua competição durante 5 fins-de-semana, o que se traduzirá em 7 semanas sem qualquer competição”.

“Não será com certeza essa a intenção da Federação, daí entendermos que, tecnicamente será necessário reequacionar a proposta apresentada no passado sábado aos Clubes da 3ª Divisão”, nota a APA, considerando que a proposta dá “a sensação de que os clubes que estão em situação de despromoção da 2.ª divisão estão a ser protegidos”, e que “também as suas Associações são das maiores que integram a FPP, pelo que “compreendemos” este tratamento diferenciado”.

Para a Direcção do organismo, “não se compreende como tecnicamente se defende uma situação de conjugar duas divisões na disputa de um minicampeonato, com equipas preparadas de forma diferente e constituídas por atletas de qualidade e técnica diferenciada, muito embora acreditemos que a totalidade dos jogadores que disputam os referidos campeonatos possa integrar equipas de qualquer uma das divisões. O grau competitivo da 2.ª Divisão não pode ser comparado com o grau competitivo da 3.ª Divisão e se o for, então alguma coisa está muito mal neste desporto, pois quanto mais alta a Divisão, mais elevada a competição é táctica, técnica e fisicamente”.

 

APA apela ao diálogo

Após uma reunião com os seus clubes, foi deliberada a apresentação à FPP de “uma proposta para realização de uma poule de apuramento para verificar que clubes sobem à 2.ª Divisão”. Por outro lado, os filiados adiantaram que “caso se mantenha a solução apresentada pela FPP ponderam não vir a participar na liguilha proposta”.

Na tabela classificativa da Zona Centro da terceira divisão, a APA tem 4 Clubes classificados nos 4 primeiros lugares, sendo que o sexto tem menos dois jogos que o quinto classificado, podendo, caso o campeonato fosse terminado, subir.

“Com a solução apresentada por esta Associação, cada zona, per si, disputaria os jogos de apuramento para a subida, o que significaria quase o termo do seu respectivo campeonato, aproveitando-se os pontos obtidos no campeonato nacional aos quais se somariam os pontos obtidos na liguilha determinando assim a classificação dos 4 primeiros classificados de cada série. A mesma solução se propõe para o apuramento dos clubes da 2.º divisão a descer”, adianta a APA.

A terminar o documento, a associação nota que seria importante a FPP manter “o espírito aberto e de cooperação com as Associações, bem como a sua audição para a resolução dos vários problemas da patinagem, comportamento que nos levou ao apoio incondicional, até ao momento”.


Todos os direitos reservados • Notícias de Vouzela

Praça da República, 17 3670 – 245 Vouzela

Powered by DIGITAL RM