VOUZELA, 28 de Setembro de 2020
PUBLICIDADE

Aos meus caros Amigos e Assinantes do “Notícias de Vouzela”

25 de Março 2020

Permitam-me que vos envie um grande abraço de amizade, respeito e gratidão. Vivemos todos um momento particularmente difícil, daqueles com que a natureza nos brinda de vez em quando, apanhando o mundo desprevenido. Não vos quero esmorecer mas ou muito me engano ou temos aqui dificuldades para um bom par de meses. Não acredito que voltemos à normalidade nas próximas semanas. Este mês de Abril vai ser duro, vai exigir de nós o melhor de cada um, vai desafiar-nos a resistir o mais que pudermos.

O “Notícias de Vouzela” viu-se obrigado a suspender algumas edições para salvaguardar a sua continuidade depois da crise. Se o não tivéssemos feito cairíamos fatalmente numa situação donde nunca mais iríamos recuperar. Assim não. Sacrificamos algumas edições mas vamos voltar cheios de força para continuar a levar país fora e mundo além a realidade da vida na nossa querida região de Lafões, este magnífico espaço onde a natureza depositou muitos dos seus encantos.

Os nossos Colaboradores que se mantenham, por favor, atentos porque os vamos chamar em breve. Vós sois, na tarefa que tão civicamente têm assumido, os baluartes da informação em toda a nossa região e a vossa palavra escrita percorre o mundo como não acontece em mais nenhum jornal português.

Os nossos Assinantes que confiem em nós por favor. Têm-se comportado com uma dignidade ímpar e verdadeiramente notável. Nem um protesto tivemos até hoje. Eles sabem que este é apenas um período difícil mas que vai passar. Nem doutra maneira poderia ser. Pedimos que continuem a regularizar o pagamento das suas assinaturas –e têm-no feito – para nos ajudar a aguentar o barco. Não perderão com isso. As páginas agora não publicadas serão compensadas logo consigamos retomar a normalidade. Confiem em nós, por favor.

A terminar, quero partilhar convosco uma quase intimidade: sabiam que a nossa equipa interna continua a trabalhar aqui dentro com todo o empenho, apesar de estar quase tudo fechado? Acreditam que estão aqui com uma força enorme a resistir aos tempos convidativos à desistência? Acham, mas acham mesmo que com uma equipa destas, o “Notícias de Vouzela” alguma vez se deixaria ir abaixo? Estamos aqui. Todos. E todos somos nós e vós.

Grande abraço e até breve.

Lino Vinhal


Todos os direitos reservados • Notícias de Vouzela

Praça da República, 17 3670 – 245 Vouzela

Powered by DIGITAL RM